Cuiabá, Terça-Feira, 20 de Outubro de 2020

Alvenaria de Vedação

Data: 06/12/2016

Por Redação do Fórum da Construção/Fonte:pauluzzi.com.br
Alvenaria de Vedação

É uma alvenaria que não é dimensionada para resistir a ações além de seu próprio peso. A vedação vertical é responsável pelo fechamento da edificação e também pela compartimentação dos ambientes internos. 

A maioria das edificações executadas pelo processo construtivo convencional (estrutura reticulada de concreto armado moldada no local) utiliza para o fechamento dos vãos paredes de alvenaria.

Alvenaria de Vedação Tradicional 

Como não se utiliza projeto de alvenaria, as soluções construtivas são improvisadas durante a execução dos serviços: 

- A mão-de-obra pouco qualificada executa os serviços com facilidade, mas nem sempre com a qualidade desejada 

- O retrabalho: os tijolos ou blocos são assentados, as paredes são seccionadas para a passagem de instalações e embutimento de caixas e, em seguida, são feitos remendos com a utilização de argamassa para o preenchimento dos vazios 

- O desperdício de materiais: a quebra de tijolos no transporte e na execução, a utilização de marretas para abrir os rasgos nas paredes e a freqüência de retirada de caçambas de entulho da obra evidenciam isso 

- Falta de controle na execução: eventuais problemas na execução são detectados somente por ocasião da conferência de prumo do revestimento externo, gerando elevados consumos de argamassa e aumento das ações permanentes atuantes na estrutura. 

Alvenaria de Vedação Racionalizada 

O principio básico da alvenaria racionalizada é tomar todas as decisões quanto aos passos de execução na fase de projeto e documentá-los em forma de desenho ou observações descritivas. Assim, o projeto contempla todo o detalhamento executivo, estrutural, alvenaria e instalações, compatibilizando tudo. 

Quando se pretende implantar conceitos de racionalização da construção, deve-se iniciar pela estrutura da edificação. Em seguida, priorizar a alvenaria de vedação. 

Isso porque o subsistema de vedação vertical interfere nos demais subsistemas da edificação: revestimento, impermeabilização, esquadrias, instalações elétricas e de comunicação e instalações hidrossanitárias. Todos esses serviços somados representam uma parcela considerável do custo de uma obra. 

Em contraponto à alvenaria tradicional, a alvenaria racionalizada apresenta as seguintes características: 

- Utilização de blocos de melhor qualidade, com furos na vertical para a passagem de instalações. 

- Planejamento prévio da paginação da alvenaria, cada bloco está desenhado no seu devido lugar. 

- Projeto da produção, projeto compatibilizando estrutura, alvenarias e demais subsistemas. 

- Treinamento da mão-de-obra. 

- Utilização de família de blocos com blocos compensadores para evitar a quebra de blocos na execução. 

- Redução drástica do desperdício de materiais, sem quebras e sem remendos. 

- Melhoria nas condições de limpeza e organização do canteiro de obras. 

A racionalização construtiva pode ser entendida como a aplicação mais eficiente dos recursos em todas as atividades desenvolvidas para a construção do edifício. 

Ao terminar a alvenaria a parede está pronta, com todas as instalações executadas paralelamente. Neste sistema não existe a necessidade de corte de canaletas, quebração, retrabalho, limpeza de resíduos da quebra para passagem das instalações. É uma montagem racionalizadas de peças que já foram previamente pensadas para ocuparem cada uma o seu devido lugar. 


Fonte:pauluzzi.com.br 

Por Redação do Fórum da Construção/Fonte:pauluzzi.com.br

Voltar Compartilhar:  
Obras Flex - Seu Guia da Construção
© 2012-2020 - Todos os direitos reservados. - Desenvolvido por E-Belz.Com